o vazio no poder

O livro “O vazio no poder – e a reinvenção do ser político” será lançado em 19 de junho de 2018. A pré-venda de 150 unidades está sendo feitas para amigos – e amigos de amigos – para viabilizar os custos da impressão e de divulgação do livro.

Aqueles que o adquirirem previamente receberão, dentro de 48 horas, os 4 primeiros capítulos do livro em um arquivo .pdf. As cópias impressas serão entregues pelo correio ou presencialmente nas atividades de lançamento.

 

COLABORE!
PRÉ-VENDAS AQUI

Contracapa:

Sinopse:

 

Muito se fala sobre política na forma pela qual está dada: um jogo de manipulações, opressões e disputas por espaço. Mas, e se a política, em sua essência, for algo completamente distinto da noção que hoje habita nosso senso comum?

“O vazio no poder” nos oferece uma maneira radicalmente viva de enxergar a nossa relação com este lugar de nossas vidas a que chamamos “política”. A partir de um olhar que dá mais relevância à experiência direta do que qualquer teoria ou ideologia, o livro convida o leitor a uma jornada reflexiva pela sua própria experiência, em diálogo com a do autor, para que possa descobrir recursos para agir e transformar a sua realidade.

O caminho apresentado é o da reinvenção de nós mesmos enquanto sujeitos criadores da História a partir da transformação de sua própria história de vida. Este caminho passa por contemplarmos algumas perguntas fundamentais:

O que está ao alcance de cada um de nós para que possamos assumir o poder de mudar nossa realidade? De onde vem nossa vontade e capacidade de criar mudanças no mundo? O que é, na prática, uma ação política? E o que significa “poder”, de fato? Como podemos efetivamente incidir no jogo da política para transformá-lo? E como fazer isso quando todo o sistema político opera numa lógica contrária? Como podemos superar a lógica da polarização que nos divide e impede agir conjuntamente? Como podemos então agir efetivamente no mundo a partir de uma consciência expandida sobre a vida, a natureza e, portanto, sobre nós mesmos? E que escolhas fundamentais podemos fazer para chegar à estas respostas, na prática?

A partir da experiência de 20 anos envolvido com movimentos de renovação da política conjugada com um profundo engajamento numa escola de desenvolvimento humano e social embasada na fenomenologia de Goethe, o facilitador e ativista Eduardo Rombauer oferece ao leitor uma abordagem prática e reflexiva, que integra a dimensão da essência e da forma, da vida interna e da vida externa que conformam o nosso “eu” político.

 

Sumário:

 

Introdução

Que história vamos contar?

Entrando na dança

 

PARTE IO FENÔMENO POLÍTICO

 

Capítulo 1: O jardim e o muro

 

Exercício 1 – Quando eu penso em política…

Uma resposta ao sofrimento

Mais um despertar

O jardim de todos

O muro no jardim

Exercício 2 – Nomeando o muro

O que podemos fazer?

Reinventar o ser político

 

 

Capítulo 2: O que nos move?

 

As sementes do propósito

Exercício 3 – Aproximando-se do propósito

Exercício 4 – O propósito no tempo

O propósito na dança com o mundo

Propósitos comuns

Exercício 5 – Identificando propósitos comuns

Felicidade compartilhada

Através da lógica

 

 

Capítulo 3: A arte de criar futuros

 

Integrando olhares

A natureza da política, na prática

Exercício 6 – Os três componentes básicos da política

As promessas no tempo

Exercício 7 – Compreendendo as promessas no tempo

O papel dos diálogos para sustentar as promessas

O poder que emana de nós

Exercício 8 – Reconhecendo as brechas

Como despertar?

 

 

Capítulo 4: A democracia como gesto de amor

 

Amor Mundi

O emocionar nas conversações democráticas

O emocionar na política do século XXI

O mundo visto com novos olhos

O pensamento a serviço da vida

 

PARTE II A ARTE DE CRIAR E OCUPAR BRECHAS

 

Capítulo 5: O fluxo entre bordas e centros

 

Além das fronteiras

Exercício 9 – Percepção centro-borda

Exercício 10 – Experiências vividas de centro e borda

O poder dos sem-poder

Uma experiência de renovação democrática

Exercício 11 – As bordas no passado recente

Uma esperança na floresta

Além da Jaula de Cristal

Exercício 12 – As bordas de hoje

 

 

Capítulo 6: Jardinagem política

 

A sintropia: cultivando o solo de uma vida diversa

Exercício 13 – Imaginar a sintropia

Ao encontro do cipoal

Quando a vida resiste pelas brechas

O arco e a flecha

Novos horizontes

 

Capítulo 7: Ver o invisível

 

A arte do invisível

Exercício 14 – Desenho cego de contornos

O sonho de Havel

A luz através da sombra

Exercício 15 – Tomando consciência da cultura pessoal

Desatando os nós: a arte do impossível

Exercício 16 – Enxergando-se pelo olhar do outro

O caminho da reinvenção

 

 

PARTE III – A REINVENÇÃO DO SER POLÍTICO

 

Capítulo 8: O vazio fértil

 

A vastidão do vazio

Exercício 17 – Escutar o silêncio

Nas profundezas, os vínculos

A ação em escala

A radicalidade humana

 

 

Capítulo 9: O sentido maior

 

A radicalidade humana

A tensão criativa

Exercício 18 – A tensão criativa no propósito

A bússola interior

O eu que sonha

Exercício 19 – O eu que sonha

Sonho conjunto

 

Capítulo 10: Escolhas fundamentais

 

O “nós” que esperávamos

Exercício 20 – Meditação de Moebius

As escolhas fundamentais

  1. Conhecer a si mesmo
  2. Ter esperança
  3. Viver com causa
  4. Confiar nas diferenças
  5. Contar outra história

PRÉ-VENDAS AQUI

 

Anúncios