MovMarina Fase 5: Campanha (julho a outubro de 2010)

Características: encontro nacional do Movimento; ações nacionais orientadas; estímulo ao protagonismo individual dos membros; forte difusão das casas de Marina; equipe de membros profissionalizada pela campanha; cooperação e tensão com a equipe de campanha; incentivo à formação de grupos locais; profusão de ações autônomas.

Em junho, vésperas do período de campanha, um grupo reuniu as principais ideias e ações mobilizadoras já realizadas na rede até então e elaborou um guia de mobilização, juntamente com uma proposta de mobilização nacional, e uma trilha sonora mobilizadora.

Nos dias 2, 3 e 4 de julho o Encontro Nacional do Movimento reuniu em São Paulo aproximadamente 80 pessoas de 13 estados do país para construir uma estratégia comum para o Movimento durante a campanha.

Algumas compreensões fundamentais se consolidaram neste encontro: o movimento teria um papel fundamental de colaborar para “manter elevado a frequência da campanha” -o que significava nutrí-la com alegria, criatividade, envolvimento e esperança; seria um espaço para que a nova forma de fazer política fosse praticada e demonstrada, sendo um ativador das esperanças nas pessoas; e teria um papel de mobilização cidadã, tanto virtual como presencial.

Algumas ações estruturantes foram estabelecidos: o guia de mobilização como material orientador principal; as Casas de Marina como principal estratégia de mobilização local; um conjunto de ações de web ativismo sustentadas por uma linha editorial do site; estratégias de ação para grupos estaduais – tudo isso dentro de um calendário geral de atividades nacionais pactuado com os participantes.

O encontro foi marcado por uma canção inspiradora composta colaborativamente e pela presença inesperada de Marina, que fez uma visita breve e um gesto marcante: encerrou sua fala sentando-se no chão juntamente com os demais e dizendo que a nova forma de fazer política era assim como neste Movimento: horizontal. Um video sobre o encontro foi realizado com esta canção, anunciando o lançamento da campanha do Movimento.

O sucesso do encontro fortaleceu a ideia convergir as ações do Movimento com a campanha oficial, tanto pelo potencial criativo e mobilizador do movimento e da estratégia construída, como também por razões legais: uma boa parte das atividades do Movimento (como a produção e distribuição de materiais em escala) se configuraria crime eleitoral se não estivessem “enquadrados” na campanha oficial.

O grupo de coordenação elaborou então uma proposta na qual 10 pessoas do movimento seriam profissionalizadas para atuar integralmente na campanha dando suporte ao Movimento, e apresentou a proposta para a coordenação da campanha. Ficou acordado que o grupo indicaria 10 pessoas para integrar-se profissionalmente à equipe da campanha oficial. Além de alguns membros bastante ativos, foram indicados alguns profissionais de processos participativos e comunicação.

Enquanto a proposta era desenvolvida e acordada, uma surpresa: no dia 5 de julho, às vésperas do lançamento da campanha, Marina decide mudar os planos e fazer uma visita a uma casa de Marina. A iniciativa causou um excelente impacto e ganhou destaque na mídia, o que imediatamente tornou as visitas às casas de Marina uma das principais ações da campanha.

A equipe dividiu-se basicamente em 3 frentes (com algumas variações): 3 pessoas dedicando à atuação virtual, 3 pessoas cuidando da interlocução com a campanha, casas de Marina e gestão da equipe, e 4 pessoas dedicadas à mobilização nos estados. Inicialmente conseguiu a aprovação de produção de materiais com a identidade do movimento, e assim foram incorporados à campanha adesivos de carro, guias de mobilização e tatuagens com a identidade do Movimento.

Mas as estratégias e mentalidades “do Movimento”, “da campanha” e “do partido” eram muito diferentes. Convergiam em alguns pontos, em diversos outros concorriam entre si. Desentendimentos e tensões entre as equipes cresceram a ponto da produção de materiais do movimento serem suspensas e a equipe do Movimento retirar-se da sede da campanha.

Ainda assim conseguiu-se um consenso mínimo em torno das casas de Marina, que ganharam uma equipe específica de apoio, uma central de atendimento 0800, 10 mil placas de Casas de Marina foram distribuídas uma inserção no programa eleitoral da TV.

“Nas pontas” do Movimento a efervescência tomava conta. Muitas outras ações de mobilização foram realizadas, dentre as induzidas pela equipe nacional (pique-nique nacional, concurso de videos, fim de semana das casas de Marina, festa do 43 e banner humano 43) e as promovidas espontaneamente pelas pessoas (encontros locais, oficinas faça-você-mesmo, twittaço, orkutaço e marinaço, Dia de Marina, flashMobs, Onda Verde, videos de artistas, etc.).

As dificuldades em produzir e distribuir materiais da campanha fragilizou muito a estratégia de mobilização presencial imaginada. Optou-se então por priorizar o fotalecimento dos grupos locais (além das Casas de Marina) e revigorar a estrategia do faça-você-mesmo. Os mobilizadores locais atuaram fortemente visitando, articulando e apoiando grupos locais, o que estimuou bastante o protagonismo destas pessoas em iniciativas diversas e na adesão às iniciativas induzidas pela equipe nacional.

Na reta final da campanha a equipe WEB ganhou reforço e desenhou uma estratégia própria para o site, que passou a ter como principal objetivo promover um clima de virada. A expressão “Onda Verde” emergiu na internet e potencializou-se com Marina utilizando a expressão, e o movimento passou a incentivar videos com as pessoas demonstrando a “Onda”. Na semana final, o site convocava todos a dar um gás no “sprint final”, e os participantes eram convidados a expressar o som de seus corações na sinfonia de corações: entre dezenas de corações, o de Marina dizia: “você, você, você. Pode fazer diferente”.

Anúncios

One response to “MovMarina Fase 5: Campanha (julho a outubro de 2010)

  1. Pingback: O processo do Movimento Marina Silva: esboço de um relato | blog do Eduardo Rombauer·

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s