MovMarina Fase 1: semear e aguardar (setembro de 2007 a abril de 2009)

Características: informalidade; baixa organização e anonimato.

Existem muitos relatos que revelam que a vontade de Marina Silva ser presidente habita muitas pessoas há muitos anos. Mas foi em 2007 que um Grupo de ativistas da paz, num almoço informal em Brasília, começou a dar voz coletivamente a esta ideia.

Quando um destes ativistas declarou que Marina Silva seria a melhor pessoa para seguir como presidente no processo em favor de um mundo e de uma humanidade melhor depois do Lula, os demais na mesa disseram que já pensavam o mesmo, assim como muitos de seus amigos. Surgiu então a ideia de realizar um movimento de cidadãos para defender a proposta de Marina ser Presidente.

Nenhum na mesa tinha qualquer vínculo com algum partido, e Marina ainda era Ministra do Meio Ambiente e Dilma já era apontada por Lula como sua candidata. O grupo não nutria a pretensão real de tornar a candidatura viável, o impulso no momento era claramente provocativo: incitar pessoas a imaginar uma outra possibilidade de candidatura – e também fortalecer a imagem de Marina Silva como representante político do “novo paradigma”. Além disso, havia também uma intenção de demonstrar uma insatisfação com o procedimento em que os partidos escolhem seus candidatos – afirmar que a própria sociedade deveria ter espaço para escolher candidatos.

Alguns deste grupo organizaram uma nova reunião, mais ampla, em São Paulo, para discutir como organizar o movimento. Com cerca de 15 pessoas presentes, resolveu-se produzir e distribuir bottons com a mensagem “Marina Silva Presidente”. A distribuição dos bottons seria anônima, e pretendia estimular que as pessoas passassem a tomar outras iniciativas semelhantes.

O local escolhido para iniciar o movimento foi o II Encontro dos Povos da Floresta, realizado em Setembro de 2007. Com a aceitação positiva do público, os bottons continuaram sendo distribuídos em diversos eventos, o que chamou bastante atenção mas não gerou desdobramentos evidentes.

Até que em maio de 2008, Marina pediu a um assessor que encontrasse os membros do movimento para agradecer pela iniciativa mas pedir que a atividade fosse suspensa, pois não tinha pretensão de ser candidata. Assim as atividades do grupo foram suspensas.

Anúncios

One response to “MovMarina Fase 1: semear e aguardar (setembro de 2007 a abril de 2009)

  1. Pingback: O processo do Movimento Marina Silva: esboço de um relato | blog do Eduardo Rombauer·

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s